quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Música dos corpos femininos

Meu negócio é morena
Aquelas dos cabelos pretos,
Brancas de lua nova
O corpo tão violão como a minha música
Que já é letrada por elas, admito

Mas algo me surpreende
São as louras
Chamam mais atenção que qualquer uma
Se tem algo mais atencioso que uma loura
Com certeza são duas louras
A loura me atrai, de certo modo
Sempre as acho belas
E a música do corpo delas é bem atrativa
Quando se canta suave, devagar

E tenho que confessar
Tem ruiva que mexe de verdade
Tão exóticas são que muita loura e morena
Ruiva querem virar
Pra ser diferente, levantar hipóteses
E a ruiva seduz, do jeito que sabe
Fazem suspirar e o corpo cheio de acordes
Mexe com o meu teso jovial

Agora já nem sei mais
Morena, loura ou ruiva
Acho que todas
Homem quer de tudo mesmo
Se chegar perto e gostar, tanto faz
O importante é ser eclético.

Nenhum comentário:

Postar um comentário