domingo, 29 de agosto de 2010

Ônibus

Bom dia pra que, motorista?
faça o teu trabalho
siga seu rumo
e ve se não demora
eu tenho pressa

Dinheiro trocado pra que, trocador?
se é ti quem troca, eu não troco nada
eu é que não pago
se troco falta pro meu galo

E o tempo passa
o trânsito é intenso
e lá está ele, insistindo
Motorista, passa por cima!

Que lerdeza essa, pago pra que?
eu que pago o salário de todos vocês
quero é chegar rápido
e não estou nem aí se seu salário é pequeno
estudasse que nem eu

O ponto é aqui, motorista!
além de lerdo é incompetente
Boa tarde pra que?
nunca se vale nem o indispensável

E lá se vai a educação
com o suado trabalhador brasileiro
que rala muito por pouco
que sofre tudo por nada

Falta mais que bom dia
para os dispensáveis mal educados
que teimam em fazer dos trabalhadores
meros escravos de papelão

Bom dia, motorista, tenha uma boa viagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário