segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Beijo pra Iaiá

Estou nervosa
acho que agora não tem jeito
os dedos de pontas geladas
jazem mergulhados no molhado das palmas
boca seca, seca
mas uma vontade tão engraçada
quanto os batimentos do coração

doido

bate com ritmo
música de pulsos nervosos

cada passo um desafio
morder os lábios
pensar no sabor
tendo a certeza que a amiga
inseparável malandra que é
é teu guia até o 3° ato

já chego estalando
sorrisos avermelhados
as palavras se misturam enquanto a amiga se vai
o nervoso fica, só nós três

os olhos se fecham; que mágica!
bem molhado, gostoso posso assim chamar

Pronto, beijei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário