segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Impátria que pariu

Dos filhos deste solo
és uma baita mãe gentil
recebe quem quer chegar
dá tudo pra quem quer levar
se abre pra quem quer se aventurar

ser brasileiro é lindo
é cômodo
só não é orgulho pra ninguém
o patriotismo não é bonito por aqui
bendito país que nos reuniu
sem ser amado

é gigante por natureza
és belo, fraco, nem um pouco impávido
és impatriótico
terra de gente desacreditada
que faz dela um algoz de tiranias

Brasil que nunca mostra a cara
só se bate
porta da frente fechada
porta dos fundos sempre aberta
pra todo tipo de repugnância
e a ridicularização dos brasileiros
orgulhosos de si, da própria moradia
sucumbem por tantos outros milhões
que nunca quiseram um bem comum

O bem de olhar para a bandeira
e dizer com máximo de respeito e honra
que ser brasileiro nunca foi brincadeira

mas os fatos acontecem
pessoas vem e vão
e o brasil continua nessa mão
gélida que só
que não para de apertar cada vez mais
seus dedos magros em cima de tudo aquilo
que sempre foi nosso
e ninguém teve coragem de gritar
PARA COM ESSA PORRA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário