sábado, 27 de novembro de 2010

Luto por todos

E eu que nunca fui tão vidrado
que quis sempre conselhos dar
promover ideias
variar entre poeta e porta voz

me mantenho, hoje, concentrado
somente contra meu algoz
que apanhou da própria ideologia
como se fossem me matar

ideologia de querer plateia
de ajudar o mundo
usar psicologia
pra salvar um bando de vagabundo

hoje continuo eu
ajudando a todos
aconselhando inimigos
tratando como bobos
aqueles que um dia disseram que eram meus amigos

já vi que não
então
além de querer bem tudo que é teu
também luto agora por tudo que é meu

Nenhum comentário:

Postar um comentário