terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Defeito

Acho que meu defeito é ser sincero demais
sincero com egoístas
que não dividem suas verdades com ninguém

a culpa é minha
esse não é meu lugar
sempre tive pernas longas
e acabei dando passos mais largos que devia

fui inocente em crer
que companheiros nunca se venderiam
nunca me venderiam
por falsos feijões
falsas promessas

parece que eu vou mesmo embora
mas quero ter você comigo
me diz por que quem erra não tem inimigos
e quem não rouba de ninguém não tem direito a perdão?

estou meio tonto
deve estar tudo de cabeça pra baixo
mas meu sangue não subiu
nem o sucesso me sobe
é muito orgulho pra quem mata leões todo dia
mas tem medo de escuro toda noite

disseram que ontem você teve pesadelos
e eu aqui procurando um meio
só hoje
pra te proteger e te mostrar
que no escuro também tem estrelas
cadentes ou não
decadentes ou pior
mas todas brilhantes

foi te compreendendo
foi sendo sincero
foi admitindo que esse meu defeito me trouxe aqui

hoje, eu entendo o mundo
enquanto o mundo não entende ninguém
nem a si próprio.